Logo
Nacional

Ministra avalia dificuldades na aquisição de vacinas pelas Unidades Locais de Saúde

18 Abril, 2024 | 8:45
Partilhar
Viana TV
2 min. leitura

A ministra da Saúde disse, esta quarta-feira, desconhecer formalmente a existência de ruturas de vacinas, mas espera que a Direção Executiva forneça a “informação necessária” para avaliar dificuldades que Unidades Locais de Saúde possam estar a ter para as adquirir.

A Ordem dos Enfermeiros alertou recentemente para constrangimentos na distribuição de vacinas que integram o Plano Nacional de Vacinação reportados por enfermeiros dos cuidados de saúde primários, uma situação que foi hoje debatida na conferência “Desafios da Vacinação e Saúde Global: Presente e Futuro”, organizada pela Associação da Indústria Farmacêutica (Apifarma).

Questionada sobre esta situação, à margem da conferência, a ministra da Saúde, Ana Paula Martins, disse conhecer as notícias publicadas na imprensa, mas assinalou que, “até agora, não chegou ao gabinete e ao Ministério da Saúde nenhuma informação detalhada sobre essa matéria”.

“Mas há uma mensagem que eu gostava desde já de deixar para salvaguarda da tranquilidade e da serenidade dos portugueses, dos cidadãos, que é naturalmente que a Direção Executiva nos dará toda a informação – tenho a certeza absoluta disso – que é necessária para avaliarmos as dificuldades que algumas Unidades Locais de Saúde [ULS] poderão estar a ter nesta transição na aquisição de vacinas ou por outras razões que nós ainda desconhecemos”, salientou.

Ana Paula Martins disse ainda que o Ministério da Saúde e os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde “estão completamente disponíveis para conseguir apoiar a Direção Executiva, que é quem tem a responsabilidade da articulação da rede do Serviço Nacional de Saúde, a resolver os problemas que por eles sejam identificados”.

Presente na conferência, o presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, Gustavo Tato Borges, afirmou que habitualmente há uma dificuldade em ter acesso a determinadas vacinas, nomeadamente da BCG e do tétano.

“Este ano já houve dificuldades com outras vacinas”, disse o médico, salientando que há “uma forte mobilização” dos centros de saúde a solicitar às suas Unidades Locais de Saúde (ULS) para que enviem as vacinas.

Gustavo Tato Borges considerou que, com a extinção das Administrações Regionais de Saúde, que faziam a compra das vacinas, e a transição para o modelo de ULS, que entrou em vigor em janeiro, não foi totalmente acautelada como seria feita a aquisição de vacinas em 2024.

“Aliás, muitas ULS ainda estão neste momento a perceber como é que vão integrar os cuidados de saúde primários, a saúde pública, e todo este processo acaba por lentificar o acesso à vacina e isso é um problema que nós e outras entidades já alertamos e que gostaríamos de ver resolvido brevemente”, realçou o responsável.

Questionada, à margem da conferência, sobre a rutura de vacinas, a presidente da Comissão Técnica de Vacinação da Direção-Geral da Saúde, Marta Valente Pinto, afirmou que a informação que tem da DGS “é que pontualmente existem algumas ruturas de ‘stock’”.

Mas explicou que, por haver “sistemas de monitorização e de vigilância”, o problema “é identificado imediatamente” e a situação é reposta de “forma muito rápida” e as pessoas que não puderam levar a vacina naquele momento são identificadas e são depois vacinadas.

“É óbvio que reconhecemos que se perde uma oportunidade de vacinação, mas também sabemos que a DGS faz tudo o que está ao seu alcance, através dos vários parceiros, para evitar que essas ruturas aconteçam”, salientou a médica pediatra.

A Blisq Creative é uma agência de comunicação, especialista em planeamento estratégico, marketing digital, design e web. Orientamo-nos pela estratégia e pela criatividade

Programas de Autor

Episódios Recentes Ver Mais

Notícias

Nacional 21 Maio, 2024

Negociações entre o Governo e os professores terminam hoje

O Ministério da Educação, Ciência e Inovação (MECI) recebe hoje as organizações sindicais para a última reunião negocial com vista à definição dos termos para a recuperação do tempo de serviço dos professores.

Nacional 21 Maio, 2024

Operação Nacional “Tiro Seguro” apreende mais de 6 mil munições

Decorrente das ações de fiscalização realizadas, foram apreendidas 6182 munições da classe D, por suspeitas de tráfico de munições em campo de tiro, tendo sido constituído arguido o proprietário.

Regional 21 Maio, 2024

Câmara Municipal de Ponte de Lima distinguida pela sua presença na Internet

A Câmara Municipal de Ponte de Lima foi distinguida no âmbito do Índice da Presença na Internet das Câmaras Municipais (IPIC) 2023, cujos resultados foram apresentados numa sessão pública realizada no dia 23 de abril, nas instalações da UNU Egov, em Guimarães. 

Regional 21 Maio, 2024

Monção: Polidesportivo da Escola da Estrada já abriu as portas

Após um processo de requalificação, que englobou colocação de cobertura e um novo gradeamento, o Polidesportivo da Escola da Estrada, em Mazedo, já está ao serviço da comunidade educativa. Hoje, as portas abriram-se, pela primeira vez, e as crianças manifestaram-se, alegres e entusiasmadas com a nova estrutura.

Regional 20 Maio, 2024

“Bendas de Bagageira” está de regresso a Vila Praia de Âncora

A 2ª edição da "Bendas de Bagageira" da Quinta da Quinhas e Hotel Meira, em Vila Praia de Âncora acontece este domingo dia 26 de maio.

Nacional 20 Maio, 2024

Fisco alerta para mensagens falsas sobre pagamento de coimas

Alguns contribuintes estão a receber mensagens escritas (SMS) para pagarem determinada quantia a título de coimas ou contraordenações, o que levou a Autoridade Tributária e lançar um alerta avisando de que estas mensagens são falsas.

Regional 20 Maio, 2024

Palco das Artes acolhe abertura do 14º FITAVALE este sábado

Entre 25 de maio e 29 de junho, as Comédias do Minho celebram o seu 20º aniversário com um FITAVALE diferente. Os grupos de teatro amador do Vale do Minho apresentam cinco espetáculos que refletem sobre a ideia de “CASA”, desde a folha em branco à ocupação de um espaço.