Logo
Nacional

Faz hoje 13 anos que Navio Patrulha Oceânico Viana do Castelo aumentou efetivo da Armada

30 Dezembro, 2023 | 14:50
Partilhar
Pedro Xavier
Menos de 1 minuto de leitura

O Navio Patrulha Oceânico Viana do Castelo, que foi construído nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, aumentou o efetivo dos navios da Armada em 30 de dezembro de 2010. Foi concebido como navio não combatente, e destina-se prioritariamente a exercer funções de autoridade do Estado e a realizar tarefas de interesse público nas áreas de jurisdição ou responsabilidade Nacional.

O Navio foi lançado à água a 01 de Outubro de 2005, aumentado o efetivo dos navios da Armada em 30 de dezembro de 2010. Entrou ao serviço a 30 de Março de 2011.

É um ​Navio particularmente vocacionado para atuar na zona económica exclusiva nacional desenvolvendo tarefas de busca e salvamento Marítimo, fiscalização da pesca, controlo dos esquemas de separação de tráfego, prevenção e combate à poluição marinha, prevenção e combate a atividades ilegais como o narcotráfico, imigração ilegal, tráfico de armas e outros ilícitos, em colaboração com outras autoridades nacionais.​

Guarnição do Patrulha Oceânico Viana do Castelo

CARACTERÍSTICAS:
Deslocamento
1850t
Comprimento
83,1m
Boca Máxima
12,95m
Calado
3,82m

PROPULSÃO
Velocidade Máxima
21nós

GUARNIÇÃO
Oficiais
6
Sargentos
9
Praças
27
Total
42

ARMAMENTO
1 Peça de artilharia Oto Melara 30 mm
1 Sensor Eletro-ótico SAGEM/VIGY
2 Radares de navegação KH Manta2000

Lançamento à água: 01-Out-2005
Aumentado ao efetivo: 30-Dez-2010
Entrada ao serviço: 30-Mar-2011

Patrulha Oceânico Viana do Castelo

A Blisq Creative é uma agência de comunicação, especialista em planeamento estratégico, marketing digital, design e web. Orientamo-nos pela estratégia e pela criatividade

Programas de Autor

Episódios Recentes Ver Mais

Notícias

Música 23 Fevereiro, 2024

Escola do Rock de Paredes de Coura arranca celebração dos 10 anos em Castelo de Paiva

A Escola do Rock de Paredes de Coura promove, este fim de semana, nos dias 24 e 25 de fevereiro,  em Castelo de Paiva, no distrito de Aveiro, uma residência de intercâmbio entre alunos daquela residência intensiva e da academia de música local.

Regional 23 Fevereiro, 2024

Valença reuniu com a GNR local e de Viana para analisar a segurança do concelho

O Município de Valença convocou os destacamentos territoriais de Valença e Viana do Castelo da Guarda Nacional Republicana (GNR) para uma reunião de análise da situação atual da segurança do concelho.

Regional 23 Fevereiro, 2024

Pouca lampreia no Alto Minho vendida a cerca de 100 euros

A Associação Profissional de Pescas do Rio Minho e Mar afirmou hoje que “está a ser um ano complicado” para a pesca da lampreia, que é pouca, sendo vendida, face à elevada procura, entre os 70 a 100 euros.

Nacional 23 Fevereiro, 2024

Cáritas promove semana nacional com peditório e estudo sobre pobreza

A Cáritas Portuguesa assinala a sua semana nacional entre 25 de fevereiro e dia 3 de março, para "dar cara" a todos os que procuram diariamente a ajuda deste organismo, que atende anualmente mais de 120 mil pessoas.

Cultura 23 Fevereiro, 2024

Peça “Cartas de Viana: Guerra Junqueiro” estreia hoje no Teatro Municipal Sá de Miranda

O Teatro do Noroeste - Centro Dramático de Viana estreia, esta sexta-feira e sábado, nos dias 23 e 24 de fevereiro, a peça "Cartas de Viana: Guerra Junqueiro", na Sala Experimental do Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo. Com direção de Ricardo Simões, a sessão de hoje acontece pelas 21h00. 

Regional 23 Fevereiro, 2024

Caminha quer criar taxa turística até 1,50 euros para maiores de 16 anos

A Câmara de Caminha quer criar uma taxa municipal turística de 1,50 euros de maio a outubro e de um euro no resto do ano, tendo aprovado submeter o regulamento a discussão pública, foi, esta sexta-feira, revelado.

Regional 23 Fevereiro, 2024

Dragagem no porto de Viana do Castelo retomada após suspensão por mau tempo

A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) retoma em abril a dragagem rochosa no porto da capital do Alto Minho para acesso de navios de maior dimensão, suspensa em dezembro, devido ao mau tempo.