Logo
Nacional

Propinas e alojamento no topo das reivindicações de milhares de estudantes em Lisboa

22 Março, 2024 | 10:50
Partilhar
Viana TV
2 min. leitura

O fim das propinas e o reforço do alojamento estudantil são reivindicações antigas e voltaram, esta quinta-feira, a estar no centro das palavras de ordem de milhares de estudantes que se manifestaram em Lisboa.

Durante mais de duas horas, milhares de universitários percorreram as ruas da capital, entre a Praça do Rossio e a Assembleia da República, na habitual manifestação para assinalar o Dia Nacional do Estudante, que se comemora a 24 de março, convocada por associações de várias instituições de ensino superior.

“Bolsas sim, propinas não”, “Propinas e Bolonha, é tudo uma vergonha” ou “Educação é um direito, sem ela nada feito” são palavras de ordem decoradas por várias gerações de estudantes e voltaram a ser repetidas hoje, refletindo problemas antigos para os quais os jovens continuam à espera de resposta.

“A primeira grande barreira ao ensino superior é a propina”, sublinhou Constança Viegas Martins, estudante da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto.

No dia em que o líder do PSD, Luís Montenegro, foi indigitado como primeiro-ministro, a jovem admitiu que olha para o resultado das eleições com preocupação e espera que o novo governo não aumente o valor das propinas, sublinhando que aquilo que os estudantes defendem é mesmo a abolição.

“É importante que os estudantes digam o que querem para o ensino superior e que não vão aceitar retrocessos”, sublinhou também Marta Boavista, da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

No topo das reivindicações esteve também o alojamento estudantil, uma barreira que os jovens dizem que se tem vindo a erguer nos últimos anos, ultrapassando mesmo a propina.

“A maior fatia do orçamento dos estudantes é para a habitação”, disse Mariana Barbosa, vice-presidente da Federação Académica de Lisboa, recordando que o preço médio de um quarto em Lisboa ronda os 450 euros.

Enquanto representante dos estudantes da capital, relatou que cada vez mais os jovens consideram deixar os estudos por não conseguirem suportar os custos a que nem as bolsas e apoios sociais permitem fazer face.

“Recebemos muitas queixas de estudantes que contavam ter lugar numa residência pública e não conseguiram, com os aumentos das rendas a meio do ano, que não têm contratos de arrendamento para conseguirem o complemento ao alojamento, ou que despejados durante o verão”, referiu.

O Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior promete duplicar até 2030 a oferta de camas em residências universitárias, mas os estudantes duvidam do cumprimento das metas e dizem que, a concretizar-se, os efeitos do plano só se farão sentir “daqui a bastante tempo”.

“O plano começou antes da pandemia e até agora quase não se fez sentir na qualidade de vida dos estudantes. Neste momento, quem entra agora não tem respostas diretas para a habitação”, disse Mariana Barbosa.

Além das reivindicações por melhores condições, o cinquentenário da revolução foi igualmente assinalado pelos estudantes e, logo no arranque do protesto, quando começaram a subir a Rua do Carmo, um grupo de manifestantes lançou da ponte de acesso ao Elevador de Santa Justa uma faixa onde se lia “Abril é futuro”, enquanto os restantes gritavam “25 de abril sempre, fascismo nunca mais”.

“Viemos relembrar aquilo que deveria ser abril no ensino superior. É a gratuitidade do ensino superior, é o fim da propina, é todos os estudantes terem alojamento numa residência, é mais bolsas, mais representação estudantil e uma revisão do Regime Jurídico das Instituições de Ensino Superior que as torne espaços democráticos”, justificou Marta Boavista.

 

Fotografia: Notícias de Vila Real

A Blisq Creative é uma agência de comunicação, especialista em planeamento estratégico, marketing digital, design e web. Orientamo-nos pela estratégia e pela criatividade

Programas de Autor

Episódios Recentes Ver Mais

Notícias

Opinião 17 Abril, 2024

OPINIÃO: “Arbitragem – O Refúgio dos Incompetentes”

De Norte a Sul do país, das competições regionais até às competições profissionais de futebol o tema recorrente foi, é e será, a arbitragem.

Regional 17 Abril, 2024

Trabalhos de reabilitação das ruas da Retorta e do Bulhente em “fase bastante adiantada”

Encontram-se em "fase bastante adiantada" os trabalhos de reabilitação das ruas da Retorta e do Bulhente, em Vila Praia de Âncora, uma das zonas bastante afetadas pelas intempéries que, no início do ano passado, causaram profundos estragos por todo o concelho de Caminha.

Nacional 17 Abril, 2024

Desmantelada em Portugal e Espanha rede de narcotráfico e branqueamento

Uma rede criminosa internacional de tráfico de estupefacientes e branqueamento de capitais, ativa há oito anos na União Europeia e América do Sul, foi desmantelada em Portugal e Espanha e detidos 20 suspeitos, informou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

Regional 17 Abril, 2024

Assembleia Jovens de Abril fez-se ouvir nos Paços do Concelho de Valença

Dezenas de alunos do Agrupamento de Escolas Muralhas do Minho, em Valença, deram corpo e voz às suas ideias e anseios na Assembleia Jovens de Abril, que decorreu, esta quarta-feira, 17 de Abril, nos Paços do Concelho. 

Regional 17 Abril, 2024

Ponte de Lima: Museu dos Terceiros expõe festa e procissão de Nossa Senhora das Dores

O Museu dos Terceiros, em Ponte de Lima, inaugura, esta sexta-feira, pelas 18h00, a exposição "A Festa e Procissão de Nossa Senhora das Dores em Ponte de Lima" que “põe em evidência a devoção” do concelho àquela santa, foi hoje divulgado.

Regional 17 Abril, 2024

Centro Social e Cultural de Barroselas vai ser alvo de melhorias nas instalações

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Luís Nobre, assinou um Protocolo de Cooperação e Apoio Financeiro ao Centro Social e Cultural de Barroselas para a 1ª fase de melhorias nas instalações desta Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), momento que contou também com a presença da Vereadora da Coesão Social, Carlota Borges, e do Presidente da União de Freguesias de Barroselas e Carvoeiro, Rui Sousa.

Regional 17 Abril, 2024

Município de Valença vai apoiar Apicultores

O Município de Valença vai apoiar os apicultores locais através da oferta de meias alças lusitanas e lâminas alveoladas, iniciando assim um processo de modernização da apicultura local.

Cultura 17 Abril, 2024

“Ciclo de Polinização Musical” está de regresso a Paredes de Coura em maio

Lula Pena, Daniel Pereira Cristo e a dupla galega Xisco Feijoó e María Vidal são alguns dos nomes do cartaz do Ciclo de Polinização Musical de Paredes de Coura, agendado para maio, revelou hoje a autarquia.