Logo
Opinião

OPINIÃO: Fim do verão. Regresso a casa?

3 Outubro, 2023 | 11:20
Partilhar
Duarte Martins
2 min. leitura

Cada vez que prestamos atenção às notícias, não há forma de não nos assustarmos! São as taxas de juro a subir, são as rendas a aumentar, o combustível que não para de aumentar e nem o IVA zero em alguns alimentos é capaz de salvar o “dia” quando vamos ao supermercado. 

A gravidade da situação vai muito além dos nossos simples conhecimentos de economia ou finanças, até porque o dia a dia do comum dos mortais se resume a coisas básicas nesta matéria. 

Agora que o verão chega ao fim e, por natureza, a época alta de turismo em Portugal, o que será que vai acontecer nos próximos meses? Falta pouco para o final do ano, outra época de gastos mas que certamente será bem mais limitada do que foi no ano passado, por isso acredito que os próximos meses vamos assistir a um novo “confinamento” dos portugueses. Não porque a Covid-19 volte a assombrar as famílias, mas porque a falta de capacidade financeira, ou melhor, a falta de dinheiro obrigue a economia portuguesa a estagnar! Os entendidos na matéria até podem dizer que estou a exagerar ou os mais céticos dizerem que isto não passa de mau agoiro! Veremos!

Não digo isto com satisfação alguma! Muito pelo contrário! E, todos sabemos que são poucos os portugueses que efetivamente têm dinheiro nesta altura para gastar, e quem o tem, até o faz de forma mais cautelosa pois terá também outras obrigações a cumprir. 

O verão mexe a economia. Há eventos, festivais, festas e romarias que “obrigam” as pessoas a sair de casa, mas sabemos que o outono/inverno são épocas mais calmas e, consequentemente, os portugueses ficam mais em casa. Agora, se associarmos a isso o estado do nosso país, em que 10 euro de combustível não dá para nada, inevitavelmente os portugueses vão ficar mais em casa. 

No Alto Minho, valha-nos a proximidade à Galiza. Sempre se atesta o carro e ainda se adquirem alguns produtos alimentares, por exemplo, mais baratos que em Portugal. Embora defensor de gastarmos no nosso país, há coisas que não há como contestar e se lá é mais barato e dá para poupar, quem serei eu para julgar!

Espera-se que 2024 possa aliviar a pressão nas carteiras, mas há males que dificilmente dependem só do contexto europeu. A crise da habitação em Portugal é no mínimo absurda! Os preços das rendas são exorbitantes e deixam as famílias sem margem para mais. Por que razão se deixou de construir em Portugal? Por que razão se deixou de apostar em construções a custos controlados? Deixou de haver apoios para isso? Deixou de haver interesse? Ter casa é uma necessidade básica para qualquer pessoa, em qualquer idade! Se um jovem que começa a sua vida adulta não tem hipótese de ter a sua própria casa, vai estar limitado! São necessárias soluções imediatas nesta matéria! Aliás, é urgente mesmo!

Portugal precisa de tantas soluções que só de pensar em algumas percebo que teria matéria para muito mais artigo! Deixarei para outra altura e só desejo que o outono não nos pare a todos! Força portugueses!

Duarte Martins.

 

A Blisq Creative é uma agência de comunicação, especialista em planeamento estratégico, marketing digital, design e web. Orientamo-nos pela estratégia e pela criatividade

Programas de Autor

Episódios Recentes Ver Mais

Notícias

Música 21 Maio, 2024

Carolina Deslandes vai atuar em Viana no Castelo em dezembro

Em contagem decrescente para o final do ano de 2024, o Centro Cultural de Viana do Castelo, vai ser palco para o concerto da cantora e compositora portuguesa Carolina Deslandes no sábado, dia 14 de dezembro às 21h30.

Regional 21 Maio, 2024

Sarrajão, o peixe que o Politécnico de Viana do Castelo leva às cantinas escolares pode chegar a todo o país

Blue Project permitiu a transformação de um peixe pouco conhecido num petisco aprovado pelos mais pequenos. Assim o Sarrajão, muito similar ao Atum e bastante abundante na costa portuguesa, é hoje um caso sério de sucesso entre os alunos do ensino básico graças ao Instituto Politécnico de Viana do Castelo que juntamente com outras entidades ajudou à transformação deste peixe. Os promotores do Blue Project querem agora replicar o projeto a nível nacional.

Regional 21 Maio, 2024

Viana do Castelo recebe Comemorações Oficiais do Dia da Polícia Marítima

Em outubro, Viana do Castelo vai acolher as Comemorações Oficiais do Dia da Polícia Marítima. O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Luís Nobre, recebeu ontem, dia 20 de maio, o Vice-Almirante Carlos Ventura Soares, Comandante-geral da Polícia Marítima, num encontro onde foi reconhecido o espírito de parceria institucional entre as entidades que permitiu que Viana do Castelo fosse o concelho escolhido para receber as celebrações.

Regional 21 Maio, 2024

Vila Nova de Cerveira: Catarina Furtado apresenta espetáculo triplo no Palco das Artes

Como já tem sido habitual, a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira de forma a assinalar o Dia Mundial da Criança (1 de junho), tem vindo a desenvolver atividades lúdicas de vertente pedagógica, culminando num dia de convívio marcado com algumas surpresas.  Este ano, não é exceção, e o município diz ter colocado "a cereja no topo do bolo" com "Doce Gotinha - Uma Grande Viagem" que traz, no dia 28 de maio, a reconhecida apresentadora Catarina Furtado ao Palco das Artes.

Nacional 21 Maio, 2024

Negociações entre o Governo e os professores terminam hoje

O Ministério da Educação, Ciência e Inovação (MECI) recebe hoje as organizações sindicais para a última reunião negocial com vista à definição dos termos para a recuperação do tempo de serviço dos professores.

Nacional 21 Maio, 2024

Operação Nacional “Tiro Seguro” apreende mais de 6 mil munições

Decorrente das ações de fiscalização realizadas, foram apreendidas 6182 munições da classe D, por suspeitas de tráfico de munições em campo de tiro, tendo sido constituído arguido o proprietário.

Regional 21 Maio, 2024

Câmara Municipal de Ponte de Lima distinguida pela sua presença na Internet

A Câmara Municipal de Ponte de Lima foi distinguida no âmbito do Índice da Presença na Internet das Câmaras Municipais (IPIC) 2023, cujos resultados foram apresentados numa sessão pública realizada no dia 23 de abril, nas instalações da UNU Egov, em Guimarães.