Logo
Nacional

Infarmed ordena retirada do mercado de cosméticos da L’Oréal com ingrediente proibido

20 Janeiro, 2023 | 9:55
Partilhar
Eduarda Alves
1 min. leitura

O Infarmed ordenou a suspensão da venda e retirada do mercado de produtos cosméticos da marca L’Oréal que contêm um ingrediente proibido desde março de 2022.

Segundo uma circular informativa publicada no site oficial do Infarmed – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, o organismo “no âmbito de uma ação de fiscalização de mercado, constatou a existência no mercado nacional de produtos cosméticos distribuídos pela empresa L’Oréal Portugal, Unipessoal, Lda. que continham na sua composição o ingrediente Butylphenyl methylpropional”.

“Apesar da L’Oréal Portugal, Unipessoal, Lda. ter informado o INFARMED, I.P. das medidas para a recolha e retirada do mercado nacional dos produtos cosméticos que continham na sua composição o ingrediente Butylphenyl methylpropional, da análise da informação disponibilizada até à presente data, constata-se que a referida empresa não conseguiu demonstrar a recolha na totalidade do mercado nacional dos produtos cosméticos não conformes”, adianta a circular.

A entidade reguladora do medicamento refere na comunicação que a marca “evidenciou ao INFARMED, I.P. que procedeu à alteração/reformulação atempada dos produtos cosméticos de forma a não conterem na sua composição o ingrediente” proibido em cosméticos desde 01 de março de 2022, no entanto, “as entidades que possam ainda dispor destes produtos não os podem disponibilizar”.

O Infarmed pede ainda aos comerciantes que possuam ainda produtos com este ingrediente para contactar a marca e sublinha que “os consumidores que ainda possuam estes produtos não os devem utilizar”.

Blisq Creative | Estratégia de Comunicação, Design, Websites e Marketing Digital
A Blisq Creative é uma agência de comunicação, especialista em planeamento estratégico, marketing digital, design e web. Orientamo-nos pela estratégia e pela criatividade

Programas de Autor

Episódios Recentes Ver Mais

Notícias

Regional 30 Janeiro, 2023

Monção organizou “O Melhor Wrap da Alimentação”

O primeiro concurso “O Melhor Wrap da Alimentação” realizou-se na EPRAMI, tendo as duas equipas finalistas, apadrinhadas por alunos do 3º ano do Curso de Cozinha e Pastelaria, apresentado as respetivas receitas ao júri do concurso.

Regional 30 Janeiro, 2023

Atleta André Pinto do Viana Remadores do Lima bate record de 17 anos

O Centro Cultural de Viana do Castelo recebeu este fim de semana, 28 e 29 de Janeiro, o Campeonato Nacional de Remo Indoor. O atleta Vianense André Pinto, do Viana Remadores do Lima, bateu um record de 17 anos também conseguido por um atleta vianense, Paulo Quesado, que na altura pertencia ao Clube Náutico de Viana do Castelo.

Regional 30 Janeiro, 2023

“Viana em Folia” de 17 a 21 de Fevereiro

De 17 a 21 de fevereiro, a iniciativa “Viana em Folia” promete trazer muita animação à cidade para celebrar o Carnaval.

Regional 29 Janeiro, 2023

Quatro autarquias do distrito de Viana formalizam constituição da Associação de Municípios da Serra d’Arga

Os municípios de Viana do Castelo, Caminha, Vila Nova de Cerveira e Ponte de Lima assinaram, em cartório, a constituição oficial da Associação de Municípios da Serra d’Arga. 

Desporto 29 Janeiro, 2023

Santa Luzia conquista mais uma vitória na Liga Feminina de Futsal

O Santa Luzia FC defrontou, este sábado, no Pavilhão José Natário, a EDC Gondomar, a quem venceu (7-2) em jogo antecipado da 18ª jornada da Liga Feminina Placar de Futsal.

Desporto 29 Janeiro, 2023

Juventude Viana perdeu em Paço d`Arcos e caiu para o último lugar do campeonato

A Juventude de Viana deslocou-se, este sábado a Paço de Arcos e perdeu na casa do último classificado do Campeonato Nacional da 1ª Divisão de hóquei em patins. A equipa de Viana do Castelo foi derrotada (2-0) e trocou de posição com o seu adversário na tabela classificativa.

Nacional 29 Janeiro, 2023

Sindicato fala em mais de cem mil pessoas no protesto em Lisboa pelas escolas

O coordenador do STOP estima que mais de cem mil pessoas estejam na manifestação este sábado em Lisboa, um "mar de gente" que aderiu ao protesto marcado há uma semana contra os serviços mínimos nas escolas.