Logo
Regional

Caminha é o município do Alto Minho com mais prejuízos causados pelo mau tempo

11 Janeiro, 2023 | 16:06
Partilhar
Eduarda Alves
2 min. leitura

Os danos ultrapassam os 9 milhões de euros.

O levantamento dos prejuízos causados no Alto Minho pelo mau tempo no primeiro dia do ano, de quase 20 milhões de euros, já está com a ministra da Coesão Territorial e será analisado, quinta-feira, em Conselho de Ministros.

O presidente da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho, Manoel Batista, adiantou, em declarações à agência Lusa, que o levantamento foi enviado, na terça-feira, para a ministra Ana Abrunhosa e que vai ser analisado, na quinta-feira, em Conselho de Ministros, para definição da linha de apoio a disponibilizar aos municípios do distrito de Viana do Castelo.

O valor do levantamento enviado a Ana Abrunhosa “por cada um dos municípios aponta para mais de 19,5 milhões de euros, quase 20 milhões de euros de prejuízos”.

Caminha lidera a lista dos municípios com mais prejuízos, 9,4 milhões de euros. Segue-se Valença com 3,8 milhões de euros, valor que não integra a recuperação da muralha que desabou, Ponte da Barca somou danos no valor de 1,9 milhões de euros, Viana do Castelo, com 1,8 milhões de euros, e Vila Nova de Cerveira com 1,5 milhões de euros. Melgaço está em último lugar, com 108 mil euros de prejuízos.

“Sei que a senhora ministra está a fazer um trabalho exaustivo no país e está, também, preocupada com o Alto Minho e que levará a Conselho de Ministros estas necessidades. Julgo que, brevemente, serão aprovados financiamentos para os municípios poderem começar a fazer a intervenção necessária”, afirmou Manoel Batista.

O socialista, que é também presidente da Câmara de Melgaço, adiantou que o documento foi enviado, na terça-feira, diretamente para a Ministério da Coesão Territorial, com conhecimento à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), após uma reunião de todos os presidentes de Câmara do Alto Minho, realizada, na segunda-feira, na sede da CIM, em Ponte de Lima.

“É fundamental [que a ajuda chegue rapidamente] porque há municípios, como é o caso de Caminha, com um grau de destruição muito grande, que tem, neste momento, vias cortadas e condicionamentos de trânsito em muitas outras vias e, portanto, tem as populações com situações graves de acesso às suas casas, [impedidas] de fazerem a sua vida quotidiana normal, sem poderem exercer as suas atividades. É necessário que o Governo ajude os municípios, rapidamente, para eles serem capazes de repor normalidade na vida dos seus municípios e das suas populações”, referiu.

Aquele montante “corresponde aos prejuízos nas infraestruturas municipais e, alguns, na atividade económica de cada um dos municípios, não estando incluído o valor dos prejuízos patrimoniais”.

“Esse levantamento será feito com outra metodologia e será recuperado com financiamento ligado ao património e, não, com o financiamento que agora está a ser desenhado para os municípios”, explicou.

“A fatura mais pesada é a das infraestruturas viárias. As estradas das freguesias dos municípios foram muito afetadas. Mas há também infraestruturas hidráulicas. Há necessidade de repor condutas de refazer leitos de ribeiras e rios, intervenções que pesam no valor apontado”, especificou.

A Blisq Creative é uma agência de comunicação, especialista em planeamento estratégico, marketing digital, design e web. Orientamo-nos pela estratégia e pela criatividade

Programas de Autor

Episódios Recentes Ver Mais

Notícias

Cultura 15 Abril, 2024

Valença: Segundo circuito de arte pública celebra a Revolução dos Cravos

O Município de Valença já está a receber o segundo circuito de arte pública. Esta edição é dedicada à “Liberdade e Participação – 50 Anos do 25 de Abril" e os trabalhos de execução das instalações artísticas prolongam-se até 19 de abril, em três pontos da cidade.

Cultura 15 Abril, 2024

Venda de livros cresceu de janeiro a março com preços a subir face a mesmo período de 2023

Perto de três milhões de livros foram vendidos em Portugal nos primeiros três meses deste ano, o que traduz um aumento de 5,8% face ao mesmo período de 2023, apesar do aumento médio de preços de 1,8%.

Regional 15 Abril, 2024

Ponte da Barca: Maior Bolo de Mel de Portugal atingiu um novo recorde

O Maior Bolo de Mel de Portugal regressou, este domingo, a Ponte da Barca com 216 metros, tendo alcançado um novo recorde. 

Desporto 15 Abril, 2024

Francisco Campos vence Clássica de Viana e Fábio Costa a Taça de Portugal

O português Francisco Campos (AP Hotels&Resorts-Tavira-Farense) venceu, este domingo, ao sprint a Clássica de Viana em bicicleta, que coroou o compatriota Fábio Costa (ABTF-Feirense) como vencedor da Taça de Portugal.

Regional 15 Abril, 2024

Município de Valença promove ação de fogo controlado em Cerdal

A Câmara Municipal de Valença promoveu uma ação de fogo controlado, nos terrenos baldios de Gondim, em Cerdal, na passada quinta-feira, 11 de abril.

Desporto 14 Abril, 2024

Atlético dos Arcos é o novo Campeão da Associação de Futebol de Viana do Castelo

O Atlético dos Arcos sagrou-se, este domingo, campeão distrital da 1 Divisão da Associação de Futebol de Viana do Castelo. A equipa orientada por Fernando Rego derrotou (3-1) a AD Ponte da Barca e garantiu também o regresso ao Campeonato de Portugal, a duas jornadas do final da prova.

Desporto 14 Abril, 2024

Vianense perde em casa com o Fafe mas continua vivo na Liga 3

A AD Fafe venceu (0-2), no estádio Dr. José de Matos, o SC Vianense, numa das partidas da jornada 8 da fase manutenção da Liga 3, com dois golos de Ivo Braz ainda na primeira parte.