Logo
Regional

Caminha é o município do Alto Minho com mais prejuízos causados pelo mau tempo

11 Janeiro, 2023 | 16:06
Partilhar
Eduarda Alves
2 min. leitura

Os danos ultrapassam os 9 milhões de euros.

O levantamento dos prejuízos causados no Alto Minho pelo mau tempo no primeiro dia do ano, de quase 20 milhões de euros, já está com a ministra da Coesão Territorial e será analisado, quinta-feira, em Conselho de Ministros.

O presidente da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho, Manoel Batista, adiantou, em declarações à agência Lusa, que o levantamento foi enviado, na terça-feira, para a ministra Ana Abrunhosa e que vai ser analisado, na quinta-feira, em Conselho de Ministros, para definição da linha de apoio a disponibilizar aos municípios do distrito de Viana do Castelo.

O valor do levantamento enviado a Ana Abrunhosa “por cada um dos municípios aponta para mais de 19,5 milhões de euros, quase 20 milhões de euros de prejuízos”.

Caminha lidera a lista dos municípios com mais prejuízos, 9,4 milhões de euros. Segue-se Valença com 3,8 milhões de euros, valor que não integra a recuperação da muralha que desabou, Ponte da Barca somou danos no valor de 1,9 milhões de euros, Viana do Castelo, com 1,8 milhões de euros, e Vila Nova de Cerveira com 1,5 milhões de euros. Melgaço está em último lugar, com 108 mil euros de prejuízos.

“Sei que a senhora ministra está a fazer um trabalho exaustivo no país e está, também, preocupada com o Alto Minho e que levará a Conselho de Ministros estas necessidades. Julgo que, brevemente, serão aprovados financiamentos para os municípios poderem começar a fazer a intervenção necessária”, afirmou Manoel Batista.

O socialista, que é também presidente da Câmara de Melgaço, adiantou que o documento foi enviado, na terça-feira, diretamente para a Ministério da Coesão Territorial, com conhecimento à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), após uma reunião de todos os presidentes de Câmara do Alto Minho, realizada, na segunda-feira, na sede da CIM, em Ponte de Lima.

“É fundamental [que a ajuda chegue rapidamente] porque há municípios, como é o caso de Caminha, com um grau de destruição muito grande, que tem, neste momento, vias cortadas e condicionamentos de trânsito em muitas outras vias e, portanto, tem as populações com situações graves de acesso às suas casas, [impedidas] de fazerem a sua vida quotidiana normal, sem poderem exercer as suas atividades. É necessário que o Governo ajude os municípios, rapidamente, para eles serem capazes de repor normalidade na vida dos seus municípios e das suas populações”, referiu.

Aquele montante “corresponde aos prejuízos nas infraestruturas municipais e, alguns, na atividade económica de cada um dos municípios, não estando incluído o valor dos prejuízos patrimoniais”.

“Esse levantamento será feito com outra metodologia e será recuperado com financiamento ligado ao património e, não, com o financiamento que agora está a ser desenhado para os municípios”, explicou.

“A fatura mais pesada é a das infraestruturas viárias. As estradas das freguesias dos municípios foram muito afetadas. Mas há também infraestruturas hidráulicas. Há necessidade de repor condutas de refazer leitos de ribeiras e rios, intervenções que pesam no valor apontado”, especificou.

Blisq Creative | Estratégia de Comunicação, Design, Websites e Marketing Digital
A Blisq Creative é uma agência de comunicação, especialista em planeamento estratégico, marketing digital, design e web. Orientamo-nos pela estratégia e pela criatividade

Programas de Autor

Episódios Recentes Ver Mais

Notícias

Regional 30 Janeiro, 2023

Monção organizou “O Melhor Wrap da Alimentação”

O primeiro concurso “O Melhor Wrap da Alimentação” realizou-se na EPRAMI, tendo as duas equipas finalistas, apadrinhadas por alunos do 3º ano do Curso de Cozinha e Pastelaria, apresentado as respetivas receitas ao júri do concurso.

Regional 30 Janeiro, 2023

Atleta André Pinto do Viana Remadores do Lima bate record de 17 anos

O Centro Cultural de Viana do Castelo recebeu este fim de semana, 28 e 29 de Janeiro, o Campeonato Nacional de Remo Indoor. O atleta Vianense André Pinto, do Viana Remadores do Lima, bateu um record de 17 anos também conseguido por um atleta vianense, Paulo Quesado, que na altura pertencia ao Clube Náutico de Viana do Castelo.

Regional 30 Janeiro, 2023

“Viana em Folia” de 17 a 21 de Fevereiro

De 17 a 21 de fevereiro, a iniciativa “Viana em Folia” promete trazer muita animação à cidade para celebrar o Carnaval.

Regional 29 Janeiro, 2023

Quatro autarquias do distrito de Viana formalizam constituição da Associação de Municípios da Serra d’Arga

Os municípios de Viana do Castelo, Caminha, Vila Nova de Cerveira e Ponte de Lima assinaram, em cartório, a constituição oficial da Associação de Municípios da Serra d’Arga. 

Desporto 29 Janeiro, 2023

Santa Luzia conquista mais uma vitória na Liga Feminina de Futsal

O Santa Luzia FC defrontou, este sábado, no Pavilhão José Natário, a EDC Gondomar, a quem venceu (7-2) em jogo antecipado da 18ª jornada da Liga Feminina Placar de Futsal.

Desporto 29 Janeiro, 2023

Juventude Viana perdeu em Paço d`Arcos e caiu para o último lugar do campeonato

A Juventude de Viana deslocou-se, este sábado a Paço de Arcos e perdeu na casa do último classificado do Campeonato Nacional da 1ª Divisão de hóquei em patins. A equipa de Viana do Castelo foi derrotada (2-0) e trocou de posição com o seu adversário na tabela classificativa.

Nacional 29 Janeiro, 2023

Sindicato fala em mais de cem mil pessoas no protesto em Lisboa pelas escolas

O coordenador do STOP estima que mais de cem mil pessoas estejam na manifestação este sábado em Lisboa, um "mar de gente" que aderiu ao protesto marcado há uma semana contra os serviços mínimos nas escolas.