Logo
Regional

Bastonário diz que é incompetência e irresponsabilidade ter hospital de Viana sem coordenação clínica

13 Novembro, 2023 | 15:01
Partilhar
Eduarda Alves
2 min. leitura

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM), Carlos Cortes acusou hoje o Ministério da Saúde de “incompetência” e “irresponsabilidade” por manter o hospital de Viana do Castelo sem coordenação clínica há vários meses.

“Como é que é possível o Ministério da Saúde ter permitido e continuar a permitir esta situação que só pode ser compreendida à luz da incompetência do Ministério da Saúde e de uma grande irresponsabilidade. Ainda mais quando atravessamos um período de enormes dificuldades que precisa de uma atenção clínica muito cuidada. Este hospital não tem nenhuma direção clínica”, alertou.

Em declarações aos jornalistas no final de uma visita de trabalho ao hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo, Carlos Cortes adiantou que a informação lhe foi comunicada pelos médicos do hospital de Santa Luzia com quem se reuniu hoje, garantindo que a unidade de saúde está, “como a esmagadora maioria dos hospitais do SNS a atravessar enormes dificuldades que se têm vindo a acumular ao longo dos anos”. “O serviço de cirurgia, o serviço de medicina interna, ginecologia e obstetrícia têm tido enormes dificuldades em assegurar escalas para as urgências, nomeadamente, aos fins de semana. Não tem resposta nestas áreas muito sensíveis e absolutamente indispensáveis não só para doentes de medicina interna e cirurgia, mas para qualquer doente que necessite de uma especialidade. Acabamos por perceber que a própria pediatria, que até agora estava a conseguir assegurar escalas vai ter dificuldade, direi mesmo impossibilidade de o fazer a partir do final deste mês”, adiantou.

O bastonário apelou ainda às administrações hospitalares para falarem verdade e serem transparentes, afirmando que há dezenas de queixas de que as urgências estão a funcionar com equipas que não cumprem os rácios mínimos.

“Faço um apelo à direção executiva do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e a todos os conselhos de administração para que falem verdade e para que sejam transparentes. Quando as suas equipas não têm o número adequado para dar resposta à população que o transmitam. Digam-no publicamente. Este recado inclui o hospital de Viana do Castelo”, afirmou Carlos Cortes.

Segundo Carlos Cortes, a OM tem recebido “dezenas de queixas de todos os hospitais do país pelo facto de as equipas mínimas não estarem a ser respeitadas”. Para Carlos Cortes, “o nível de segurança que os hospitais têm para responder às várias solicitações não está a ser respeitado”, considerando que ainda “mais grave é não existir o princípio da transparência”. “Têm [comissão executiva do SNS e conselhos de administração dos hospitais] de informar, adequadamente, a população sobre as valências da urgência que não estão a responder adequadamente. As valências da urgência que, tendo médicos da especialidade, não estão a cumprir com os mínimos”, insistiu.

O bastonário da OM defendeu, nesses casos, a necessidade de implementar “um plano de contingência como existe para a ginecologia e obstetrícia”, transmitindo “uma informação adequada à população, para a população perceber qual a capacidade que o hospital tem para responder às suas necessidades”. “Estou a lançar um apelo aos hospitais para falarem com transparência e para transmitirem à população, exatamente, a capacidade que têm para tratarem os vários doentes, as várias situações dos doentes que se dirigem aos serviços de urgência”, reforçou.

A Blisq Creative é uma agência de comunicação, especialista em planeamento estratégico, marketing digital, design e web. Orientamo-nos pela estratégia e pela criatividade

Programas de Autor

Episódios Recentes Ver Mais

Notícias

Desporto 18 Junho, 2024

Portugal estreia-se no Euro2024 com a República Checa em Leipzig

Portugal estreia-se hoje no Euro2024, com um duelo frente à República Checa, em Leipzig, na Alemanha, no dia em que arranca o Grupo F e em que fica fechada a primeira jornada da fase de grupos.

Regional 18 Junho, 2024

Viana do Castelo assinala 766 anos do Foral Afonsino com homenagem aos trabalhadores com 40 anos de serviço

A 18 de junho, no dia em que celebra os 766 anos do Foral Afonsino, a Câmara Municipal de Viana do Castelo entregou 15 medalhas e diplomas pelos “Bons Serviços e Dedicação” e pelo contributo para a dignificação da função pública e elevação do serviço municipal aos funcionários que completaram ou estão a completar 40 anos de serviço. 

Nacional 18 Junho, 2024

Mais de 30 mil alunos faltaram à prova de aferição de Português

Mais de 30 mil alunos, num universo de 100 mil, faltaram à prova de aferição de Português do 2.º ano, revelou o coordenador nacional do Sindicato de Todos os Profissionais da Educação (Stop), André Pestana.

Desporto 18 Junho, 2024

Fábio Sequeira e Vítor Sousa estão de volta ao SC Vianense

A Sport Clube Vianense, Futebol SAD já prepara a nova época. A equipa principal do clube centenário de Viana do Castelo que vai ser orientada pelo treinador Pedro Lomba no Campeonato de Portugal, já começa a definir o plantel que vai lutar pelo regresso à Liga 3.

Cultura 18 Junho, 2024

Maestro Martim Sousa Tavares apresenta o livro “Falar Piano e Tocar Francês” em Ponte da Barca

No próximo dia 3 de julho, às 21h30, o auditório municipal de Ponte da Barca será o cenário da apresentação do novo livro de Martim Sousa Tavares, intitulado "Falar Piano e Tocar Francês".

Cultura 18 Junho, 2024

Festival Contrasta 2024 está de regresso a Valença e já esgotou bilhetes para o último dia

A terceira edição do Festival Contrasta está de volta a Valença, nos dias 12 e 13 de julho. Apesar dos bilhetes já estarem esgotados para sábado, dia 13 de julho, com as atuações de Manu Chao, Manel Cruz e o Dj Alex Moon, ainda há bilhetes para o dia anterior que conta com Richie Campbell, Yang e a Dj Carolina Torres.

Internacional 18 Junho, 2024

Booking.com distingue Viana do Castelo como 3ª cidade mais acolhedora do mundo

Desde 2012 que a Booking.com reconhece os destinos e alojamentos mais acolhedores. Este ano, esta avaliação parte de uma análise de cerca de 309 milhões de comentários de viajantes. Baseando-se nessa análise, Viana do Castelo foi reconhecida como a 3ª cidade mais acolhedora do mundo.