Logo
Regional

Utentes dos transportes do Alto Minho criticam “incapacidade” da CIM Alto Minho

23 Janeiro, 2024 | 16:55
Partilhar
Pedro Xavier
2 min. leitura

Utentes dos transportes entre Viana do Castelo e o Porto criticaram hoje a “incapacidade” da Comunidade Intermunicipal se articular com a Área Metropolitana para criar um “passe único”, evitando a subida de 88 para 200 euros mensais na deslocação.

Em comunicado, a comissão de Utentes de Transportes Públicos do Alto Minho lembra que a Câmara de Viana do Castelo reduziu em 2024 o apoio “de 67% para 40%” às deslocações entre aquele concelho e o Porto, levando a que os utilizadores diários/frequentes enfrentem um aumento de 100%”.

Em declarações à Lusa, o porta-voz dos utentes, Tiago Bonito, defendeu que a autarquia de Viana do Castelo devia continuar a apoiar as deslocações enquanto não houver uma linha de serviço público para o Porto, numa “solução conjunta” com a Comunidade Intermunicipal (CIM) do Cávado e a Área Metropolitana do Porto (AMP).

“O cidadão, eleitor, utente do transporte público, não tem que saber de quem são as responsabilidades quanto aos apoios. As câmaras que integram as CIM, as Áreas Metropolitanas, as Autoridades de Transportes são quem tem de fazer o seu trabalho”, defendem os utentes.

Para a comissão, a “excecionalidade” do apoio da Câmara de Viana do Castelo, referida pela vereadora da Mobilidade, “resulta da incapacidade de a CIM Alto Minho – de que a Câmara de Viana do Castelo é um dos principais atores – se articular com a CIM Cávado e a AMP e criarem um passe único multimodal que permita a circulação entre as referidas regiões”.

“A Câmara de Esposende continua a apoiar os seus utilizadores de transporte público rodoviário, mantendo o custo mensal em 88 euros”, destacam.

Os utentes do Alto Minho revelam que solicitaram uma nova reunião à vereadora da Mobilidade da Câmara de Viana do Castelo, tendo recebido como resposta uma manifestação de disponibilidade para o encontro, mas com a salvaguarda de que a autarquia “não tem a intenção de alterar a posição já assumida”.

A comissão assinala ainda que a vereadora referiu a oferta de outras alternativas de transporte público sem perceber que o passe mensal ferroviário “tem um custo de 180 euros acrescido de 30 ou 40 euros do passe Andante [para circulação na AMP], o que resulta em 210 ou 220 euros”.

Por outro lado, o “transporte rodoviário em carreira pela Nacional 13 – Viana do Castelo/Póvoa de Varzim/Porto – não tem passe e tem um custo de 217,80 euros (22 dias x 2 viagens x 4,95 euros) acrescido de 30 ou 40 euros do passe Andante”, o que “resulta em 247,80 euros ou 257,80 euros, respetivamente”.

O mesmo valor resulta da conjugação do transporte rodoviário no trajeto Viana do Castelo/Póvoa de Varzim com o metro a partir da Póvoa até ao Porto, afirma a comissão.

Os utentes do Alto Minho dizem que entre os viajantes frequentes estão “trabalhadores, estudantes, investigadores, doentes oncológicos”, abrangendo cerca de 50 pessoas.

“Diz o ‘slogan’ da cidade [de Viana do Castelo] que ‘Quem gosta vem, quem ama fica’. Está cada vez mais difícil”, observam.

A 09 de janeiro, a CIM do Alto Minho solicitou uma reunião de trabalho técnico à AMP para avaliar ajustamentos de tarifário e soluções complementares do transporte rodoviário entre Viana do Castelo e o Porto.

No mesmo dia, o presidente da Câmara de Viana do Castelo, Luís Nobre, disse que a CIM do Alto Minho vai estudar com a congénere do Cávado e a AMP a criação de um único bilhete para o transporte rodoviário entre a Viana do Castelo e o Porto.

A Blisq Creative é uma agência de comunicação, especialista em planeamento estratégico, marketing digital, design e web. Orientamo-nos pela estratégia e pela criatividade

Programas de Autor

Episódios Recentes Ver Mais

Notícias

Regional 2 Março, 2024

Eleições: Viana TV transmite último debate com candidatos pelo circulo eleitoral de Viana do Castelo

Os cabeça de lista dos partidos com representação parlamentar, candidatos às Eleições Legislativas do próximo dia 10 de março, pelo circulo eleitoral de Viana do Castelo, fazem esta segunda-feira um último debate.

Desporto 2 Março, 2024

Voleibol Clube de Viana perdeu em casa com o Vitória SC

Em jogo da 11ª jornada da fase final do campeonato nacional da 1ª divisão de Voleibol, realizado, este sábado à tarde, a equipa sénior masculina do Voleibol Clube Viana perdeu (2-3) no Pavilhão de Santa Maria Maior com o Vitória SC, com parciais de 25-22, 25-18, 17-25, 22-25 e 13-15.

Regional 2 Março, 2024

Viana do Castelo sob aviso laranja devido à previsão de agitação marítima

Sete distritos do continente, incluindo Viana do Castelo, vão estar este sábado sob aviso laranja devido à previsão de agitação marítima, prevendo-se ondas de noroeste com 5 a 6 metros, segundo o IPMA.

Regional 2 Março, 2024

“Concertos nas Freguesias” voltam à Igreja de Santa Maria da Silva Valença

O ciclo 'Concertos nas Freguesias' regressa a Valença, este sábado, 2 de março, mais precisamente à Igreja Paroquial de Santa Maria da Silva, às 21h30, com um espetáculo de Manuel Araújo ao piano, acompanhado, como sempre, pelo Maestro Victorino d'Almeida e Miguel Leite.

Desporto 2 Março, 2024

Canal 11 transmite jogo do Santa Luzia em Fafe

A Liga Feminina Placard regressa este sábado, com seis jogos imperdíveis agendados para o final da tarde, e a contarem para a jornada 20.

Desporto 2 Março, 2024

Juventude Viana recebe hoje Académica de Espinho

A Juventude Viana recebe, este sábado às 21h00, no Pavilhão José Natário a Associação Académica de Espinho, em jogo referente à 17ª jornada do campeonato nacional de 2ª divisão de hóquei em patins.

Nacional 2 Março, 2024

Eleições: Mais de 200 mil inscritos para voto antecipado em mobilidade

Mais de 200 mil eleitores inscreveram-se para votar antecipadamente em mobilidade no domingo, uma semana antes das eleições legislativas, anunciou o Ministério da Administração Interna (MAI).