Logo
Regional

Símbolos da Jornada Mundial da Juventude começam hoje peregrinação em Viana do Castelo

29 Dezembro, 2022 | 10:21
Partilhar
Eduarda Alves
2 min. leitura

Os dois símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) - a cruz peregrina e o ícone mariano - vão começar a peregrinação pela Diocese de Viana do Castelo com uma procissão ao mar. A iniciativa, que decorrerá hoje, numa fragata das Forças Armadas, contará com a participação “extraordinária” das imagens da Nossa Senhora d’ Agonia e de S. Bartolomeu dos Mártires.

Os símbolos vão percorrer os dez Arciprestados entre dezembro e janeiro. Nos dias 2, 3 e 4 irão para Caminha; nos dias 5, 6 e 7 em Vila Nova de Cerveira; 08 e 09 em Paredes de Coura; nos dias 10 e 11 em Valença; nos dias 12, 13 e 14 em Monção; nos dias 15 e 16 em Melgaço; nos dias 17, 18 e 19 em Arcos; nos dias 20 e 21 em Ponte da Barca; nos dias 22 a 25 em Ponte de Lima; e nos dias 26 a 29 em Viana do Castelo.

Será a 29 de janeiro de 2023 que decorre a peregrinação, com início na Praça da Liberdade, e a celebração final, na Sé Catedral de Viana do Castelo.

Programa para esta quinta-feira,  29 de dezembro, no acolhimento dos Símbolos da JMJ em Viana do Castelo:

13h15 – Trasladação dos andores de Nossa Senhora d’Agonia e de São Bartolomeu dos Mártires do Santuário de Nossa Senhora d’Agonia para a Igreja de São Domingos

16h00 – Receção dos Símbolos da JMJ no Centro Cultural *

17h00 – Chegada dos Símbolos à Igreja de São Domingos

                – Entronização dos Símbolos

                – Terço

                – Eucaristia (Transmissão em direto na Viana TV)

21h00 – Vigília de Oração na Igreja de São Domingos.

A Cruz peregrina

Com 3,8 metros de altura, a Cruz peregrina, construída a propósito do Ano Santo, em 1983, foi confiada por João Paulo II aos jovens no Domingo de Ramos do ano seguinte, para que fosse levada por todo o mundo. Desde aí, a Cruz peregrina, feita em madeira, iniciou uma peregrinação que já a levou aos cinco continentes e a quase 90 países. Tem sido encarada como um verdadeiro sinal de fé.

Foi transportada a pé, de barco e até por meios pouco comuns como trenós, gruas ou tratores. Passou pela selva, visitou igrejas, centros de detenção juvenis, prisões, escolas, universidades, hospitais, monumentos e centros comerciais. No percurso enfrentou muitos obstáculos: desde greves aéreas a dificuldades de transporte, como a impossibilidade de viajar por não caber em nenhum dos aviões disponíveis.

Tem-se afirmado como um sinal de esperança em locais particularmente sensíveis. Em 1985, esteve em Praga, na atual República Checa, na altura em que a Europa estava dividida pela cortina de ferro, e foi aí sinal de comunhão com o Papa. Pouco depois do 11 de setembro de 2001, viajou até ao Ground Zero, em Nova Iorque, onde ocorreram os ataques terroristas que
vitimaram quase 3000 pessoas. Passou também pelo Ruanda, em 2006, depois de o país ter sido assolado pela guerra civil.

O ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani

Desde 2003 que a cruz peregrina conta com a companhia do ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani, que retrata a Virgem Maria com o Menino nos braços. Este ícone foi introduzido ainda pelo Papa João Paulo II como símbolo da presença de Maria junto dos jovens. Com 1,20 metros de altura e 80 centímetros de largura, o ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani está associado a uma das mais populares devoções marianas em Itália. É antiga a tradição de o levar em procissão pelas ruas de Roma, para afastar perigos e desgraças ou pôr fim a pestes. O ícone original encontra-se na Basílica de Santa Maria Maior, em Roma, e é visitado pelo Papa Francisco que ali reza e deixa um ramo de flores, antes e depois de cada viagem apostólica.

Blisq Creative | Estratégia de Comunicação, Design, Websites e Marketing Digital
A Blisq Creative é uma agência de comunicação, especialista em planeamento estratégico, marketing digital, design e web. Orientamo-nos pela estratégia e pela criatividade

Programas de Autor

Episódios Recentes Ver Mais

Notícias

Regional 30 Janeiro, 2023

Monção organizou “O Melhor Wrap da Alimentação”

O primeiro concurso “O Melhor Wrap da Alimentação” realizou-se na EPRAMI, tendo as duas equipas finalistas, apadrinhadas por alunos do 3º ano do Curso de Cozinha e Pastelaria, apresentado as respetivas receitas ao júri do concurso.

Regional 30 Janeiro, 2023

Atleta André Pinto do Viana Remadores do Lima bate record de 17 anos

O Centro Cultural de Viana do Castelo recebeu este fim de semana, 28 e 29 de Janeiro, o Campeonato Nacional de Remo Indoor. O atleta Vianense André Pinto, do Viana Remadores do Lima, bateu um record de 17 anos também conseguido por um atleta vianense, Paulo Quesado, que na altura pertencia ao Clube Náutico de Viana do Castelo.

Regional 30 Janeiro, 2023

“Viana em Folia” de 17 a 21 de Fevereiro

De 17 a 21 de fevereiro, a iniciativa “Viana em Folia” promete trazer muita animação à cidade para celebrar o Carnaval.

Regional 29 Janeiro, 2023

Quatro autarquias do distrito de Viana formalizam constituição da Associação de Municípios da Serra d’Arga

Os municípios de Viana do Castelo, Caminha, Vila Nova de Cerveira e Ponte de Lima assinaram, em cartório, a constituição oficial da Associação de Municípios da Serra d’Arga. 

Desporto 29 Janeiro, 2023

Santa Luzia conquista mais uma vitória na Liga Feminina de Futsal

O Santa Luzia FC defrontou, este sábado, no Pavilhão José Natário, a EDC Gondomar, a quem venceu (7-2) em jogo antecipado da 18ª jornada da Liga Feminina Placar de Futsal.

Desporto 29 Janeiro, 2023

Juventude Viana perdeu em Paço d`Arcos e caiu para o último lugar do campeonato

A Juventude de Viana deslocou-se, este sábado a Paço de Arcos e perdeu na casa do último classificado do Campeonato Nacional da 1ª Divisão de hóquei em patins. A equipa de Viana do Castelo foi derrotada (2-0) e trocou de posição com o seu adversário na tabela classificativa.

Nacional 29 Janeiro, 2023

Sindicato fala em mais de cem mil pessoas no protesto em Lisboa pelas escolas

O coordenador do STOP estima que mais de cem mil pessoas estejam na manifestação este sábado em Lisboa, um "mar de gente" que aderiu ao protesto marcado há uma semana contra os serviços mínimos nas escolas.