Logo
Mundial

Papa pede paz num mundo “dilacerado pelo veneno do ódio e loucura da guerra”

29 Outubro, 2023 | 11:50
Partilhar
Eduarda Alves
2 min. leitura

O Papa apelou ao silêncio das armas "num mundo em convulsão e dilacerado pelas divisões e pelo veneno do ódio e pela loucura da guerra", ao presidir à Oração pela Paz na Basílica de São Pedro, no Vaticano.

A celebração – num momento em que o mundo se confronta com o conflito na Ucrânia há mais de um ano e meio e com a escalada das hostilidades militares entre Israel e o movimento islamita palestiniano Hamas -, concluiu o dia de jejum e oração que o pontífice convocou no Angelus, para reunir “o povo de Deus disperso pelo mundo”, com vista a inspirar “caminhos de paz aos responsáveis ??das nações”.

Francisco implorou mais uma vez à “Virgem Maria, rainha da paz”, que interceda pelo fim da violência na Terra Santa, exigindo urgência “nestes tempos dilacerados por conflitos e devastados pelas armas” e que “apagam o futuro”, segundo o portal Notícias do Vaticano.

O Papa chegou à Basílica de São Pedro em cadeira de rodas, ao som da “Schola Cantorum”, e dirigiu-se imediatamente para o ícone mariano para ali parar em oração.

Sentado algum tempo com a cabeça baixa numa poltrona branca, tendo ao seu lado a efígie mal iluminada de São Pedro, o Papa iniciou depois o seu discurso voltado para a imagem de Maria: “Nos momentos decisivos tomaste a iniciativa”, afirmou Francisco, observando que, “mesmo aos pés da cruz na qual estava pendurado o seu filho”, “a noite de dor” deu lugar à esperança pascal.

“Agora, Mãe, tome novamente a iniciativa por nós”, rezou o Papa. “Dirige o teu olhar misericordioso para a família humana, que perdeu o caminho da paz, que preferiu Caim a Abel e, tendo perdido o sentido da fraternidade, não consegue encontrar o clima de casa”, pediu.

O apelo dramático do Papa surge na terceira semana de conflito entre o Hamas, que lançou em 07 de outubro um ataque surpresa contra o sul de Israel, que por sua vez declarou guerra ao grupo islamita, e iniciou uma campanha de bombardeamentos sistemáticos contra a Faixa de Gaza, acompanhada de um cerco total ao território palestiniano.

O conflito já provocou milhares de mortos e feridos, entre militares e civis, nos dois territórios.

O grupo islamita Hamas lançou em 07 de outubro um ataque surpresa contra o sul de Israel com o lançamento de milhares de foguetes e a incursão de milicianos armados, fazendo duas centenas de reféns.

Em resposta, Israel declarou guerra ao Hamas, movimento que controla a Faixa de Gaza desde 2007 e que é classificado como terrorista pela União Europeia e Estados Unidos, bombardeando várias infraestruturas do grupo na Faixa de Gaza e impôs um cerco total ao território com corte de abastecimento de água, combustível e eletricidade.

O conflito já provocou milhares de mortos e feridos, entre militares e civis, nos dois territórios.

A Blisq Creative é uma agência de comunicação, especialista em planeamento estratégico, marketing digital, design e web. Orientamo-nos pela estratégia e pela criatividade

Programas de Autor

Episódios Recentes Ver Mais

Notícias

Regional 21 Maio, 2024

Governo pede urgência em inquérito à morte de doente no hospital de Viana do Castelo

O Ministério da Saúde pediu que o inquérito aberto pela Unidade Local de Saúde do Alto Minho para apurar as circunstâncias da morte de um doente no hospital de Viana do Castelo “decorra com a urgência desejável”.

Regional 21 Maio, 2024

Três hectares de baldios em Arcos de Valdevez reflorestados com 1.350 laranjeiras

A REN – Redes Energéticas Nacionais e a União de Freguesias de São Jorge e Ermelo, em Arcos de Valdevez, plantaram hoje mais de 1.350 laranjeiras em três hectares de terrenos atravessados por linhas de transporte e energia.

Regional 21 Maio, 2024

Foco de surto de ‘legionella’ em Caminha que causou um morto ficou por identificar

O surto de ‘legionella’ que surgiu em novembro em Caminha afetou 10 pessoas, provocou um óbito e a fonte de contaminação não foi identificada, revelou hoje à Lusa o delegado de Saúde do Alto Minho.

Regional 21 Maio, 2024

Hospital de Viana do Castelo abre inquérito à morte de doente na urgência

A Unidade Local de Saúde do Alto Minho abriu um processo de inquérito para apurar as circunstâncias da morte de um homem na urgência do hospital de Viana do Castelo, na sexta-feira, a quem foi atribuída a pulseira verde.

Regional 21 Maio, 2024

CIM Alto Minho formaliza assinatura do Compromisso C-Academy com CNCS

A Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) e o Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) acabam de formalizar a assinatura do Compromisso C-Academy, que comtempla o desenvolvimento de um programa de formação avançada em cibersegurança destinado a colaboradores das câmaras municipais e da comunidade intermunicipal.

Regional 21 Maio, 2024

Caminha: Presidente da APIMIL explicou perigos da proliferação da Vespa Asiática e métodos de combate

A vespa velutina ou asiática veio para ficar e as alterações climáticas vão alargar as áreas onde a espécie está presente. São perigosas, têm enorme impacto nos apiários, na economia, no ambiente e até na saúde pública, mas a boa notícia é que são controláveis e com relativa facilidade, através de “armadilhas” que todos temos em casa. A ideia poderia de alguma forma sintetizar a comunicação do presidente da APIMIL - Associação dos Apicultores de Entre-Minho e Lima, Alberto Dias, ontem, na sessão que assinalou o Dia Mundial da Abelha e que teve lugar na Incubadora Verde, em Argela.

Cultura 21 Maio, 2024

“Cantar de Galo” sobe ao palco do centro cultural de Paredes de Coura 

Esta sexta-feira, dia 24 de maio, a companhia Mala Voadora traz a Paredes de Coura a sua recente estreia "Cantar de Galo", que culmina numa discussão entre o Galo de Barcelos e Salazar. Um "solo" de Jorge Andrade com texto do Pulitzer Robert Schenkkan, no Centro Cultural, às 21h30.