Logo
Regional

Empresa de Viana do Castelo entrega quatro barcos de mais de 3 milhões de euros à GNR

19 Março, 2024 | 18:24
Partilhar
Viana TV
2 min. leitura

A empresa Navallethes, com estaleiro numa zona empresarial de Viana do Castelo, vai entregar na quarta-feira à GNR quatro embarcações rápidas insubmersíveis para controlo e vigilância, orçadas em mais de três milhões de euros.

Em declarações hoje à agência Lusa, o administrador da empresa de construção naval, instalada na zona empresarial da Praia Norte, Francisco Portela Rosa, adiantou que as quatro embarcações ‘Coast Patrol Boats’ (CPB) “são as primeiras produzidas para a GNR e estão equipadas com alta tecnologia de ponta”.

Com 13 metros de comprimento e 3,65 metros de boca, as quatro embarcações estão equipadas com três motores de 300 cavalos (cv), podendo atingir os 48 nós [cerca de 90 quilómetros por hora] de velocidade máxima”, e foram adquiridas ao abrigo do Fundo para a Segurança Interna (FSI).

A cerimónia de entrega das embarcações está marcada para as 11:00 no pontão exterior da marina de Viana do Castelo.

Segundo Francisco Portela Rosa, o investimento total da GNR, de 3.043.344,12 euros, “capacita a força militarizada para uma melhor proteção da frente atlântica do país”.

O administrador da Navallethes referiu que a empresa, “com cerca 40 trabalhadores, entre postos de trabalho diretos e indiretos, está atualmente a construir seis embarcações de recreio, tendo faturado, em 2023, mais de quatro milhões de euros”.

O responsável queixou-se do assoreamento no estaleiro da Navallethes, junto à praia do Coral, adiantando que se a situação não for resolvida o futuro da empresa de construção naval “poderá estar em risco”.

Francisco Portela Rosa explicou que o assoreamento agravou-se com a construção de um molhe junto à lota de Viana do Castelo.

“O molhe foi construído em 2013 e no final de 2015 o estaleiro já estava com problemas de assoreamento, que atualmente não me tem permitido trabalhar convenientemente, pondo em risco o futuro do estaleiro”, disse.

O administrador explicou que “o assoreamento impede a Navallethes de construir navios de grandes dimensões e, sobretudo, de contratar reparações, um segmento importante para a atividade da empresa”.

“As reparações deixam mais algum dinheiro ao estaleiro. É um trabalho permanente. A necessidade de manutenção de navios é constante. Já as construções é quando aparecem. É uma luta bem mais difícil de conseguir encomendas de construção de barcos. Não estou a ver como é que as coisas se vão resolver”, afirmou.

Segundo Francisco Portela Rosa, a empresa “perdeu todas as vistorias obrigatórias ou reparações aos barcos de pesca de cerco de Matosinhos”.

“Perdemos todo esse mercado. Os barcos de pesca, sobretudo os palanques, com comprimento a partir dos 18 aos mais de 40 metros, têm ido para Espanha fazer reparações e vistorias. Tenho falado com toda a gente. Já lá levei [ao estaleiro] ministros, secretários de Estado, mas não há ninguém que resolva o problema que está a comprometer a atividade do único estaleiro do Alto Minho com capacidade para encalhar embarcações até 200 toneladas”, frisou.

O responsável adiantou que a empresa tem encaixado “um prejuízo muito grande” com o assoreamento do estaleiro e manifestou-se preocupado “que a mão de obra, praticamente toda da zona de Viana do Castelo, possa estar em risco”.

A Blisq Creative é uma agência de comunicação, especialista em planeamento estratégico, marketing digital, design e web. Orientamo-nos pela estratégia e pela criatividade

Programas de Autor

Episódios Recentes Ver Mais

Notícias

Opinião 17 Abril, 2024

OPINIÃO: “Arbitragem – O Refúgio dos Incompetentes”

De Norte a Sul do país, das competições regionais até às competições profissionais de futebol o tema recorrente foi, é e será, a arbitragem.

Regional 17 Abril, 2024

Trabalhos de reabilitação das ruas da Retorta e do Bulhente em “fase bastante adiantada”

Encontram-se em "fase bastante adiantada" os trabalhos de reabilitação das ruas da Retorta e do Bulhente, em Vila Praia de Âncora, uma das zonas bastante afetadas pelas intempéries que, no início do ano passado, causaram profundos estragos por todo o concelho de Caminha.

Nacional 17 Abril, 2024

Desmantelada em Portugal e Espanha rede de narcotráfico e branqueamento

Uma rede criminosa internacional de tráfico de estupefacientes e branqueamento de capitais, ativa há oito anos na União Europeia e América do Sul, foi desmantelada em Portugal e Espanha e detidos 20 suspeitos, informou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

Regional 17 Abril, 2024

Assembleia Jovens de Abril fez-se ouvir nos Paços do Concelho de Valença

Dezenas de alunos do Agrupamento de Escolas Muralhas do Minho, em Valença, deram corpo e voz às suas ideias e anseios na Assembleia Jovens de Abril, que decorreu, esta quarta-feira, 17 de Abril, nos Paços do Concelho. 

Regional 17 Abril, 2024

Ponte de Lima: Museu dos Terceiros expõe festa e procissão de Nossa Senhora das Dores

O Museu dos Terceiros, em Ponte de Lima, inaugura, esta sexta-feira, pelas 18h00, a exposição "A Festa e Procissão de Nossa Senhora das Dores em Ponte de Lima" que “põe em evidência a devoção” do concelho àquela santa, foi hoje divulgado.

Regional 17 Abril, 2024

Centro Social e Cultural de Barroselas vai ser alvo de melhorias nas instalações

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Luís Nobre, assinou um Protocolo de Cooperação e Apoio Financeiro ao Centro Social e Cultural de Barroselas para a 1ª fase de melhorias nas instalações desta Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), momento que contou também com a presença da Vereadora da Coesão Social, Carlota Borges, e do Presidente da União de Freguesias de Barroselas e Carvoeiro, Rui Sousa.

Regional 17 Abril, 2024

Município de Valença vai apoiar Apicultores

O Município de Valença vai apoiar os apicultores locais através da oferta de meias alças lusitanas e lâminas alveoladas, iniciando assim um processo de modernização da apicultura local.

Cultura 17 Abril, 2024

“Ciclo de Polinização Musical” está de regresso a Paredes de Coura em maio

Lula Pena, Daniel Pereira Cristo e a dupla galega Xisco Feijoó e María Vidal são alguns dos nomes do cartaz do Ciclo de Polinização Musical de Paredes de Coura, agendado para maio, revelou hoje a autarquia.