Logo
Regional

Caminha aprova subsídio de 12 mil euros para a Junta de Freguesia de Riba de Âncora

25 Janeiro, 2024 | 14:57
Partilhar
Viana TV
1 min. leitura

O Município de Caminha aprovou, na última reunião do Executivo, um subsídio de 12 mil euros para apoiar a Junta de Freguesia de Riba de Âncora na manutenção de espaços museológicos e culturais, designadamente o Núcleo Museológico, os Moinhos d'Apardal, Centro de Interpretação de Fingidos e Forno Comunitário.

A proposta releva a importância histórico-cultural dos espaços museológicos existentes na freguesia de Riba de Âncora, designadamente quatro equipamentos, o Núcleo Museológico, os Moinhos d’Apardal e o Centro de Interpretação de Fingidos, bem como o Forno Comunitário, para a população local, para o Vale do Âncora e para o concelho de Caminha, sublinhando ser essencial a sua manutenção e preservação, recuperação e salvaguarda do património material e imaterial existente no concelho.

O documento sublinha ainda que o património cultural assume “um papel preponderante na identidade dos indivíduos e das comunidades, a qual nos é garantida através da memória, onde reconhecemos que aquilo que somos hoje, devemos ao nosso passado, às gerações que nos transmitiram e àqueles de quem herdámos o mundo em que atualmente vivemos e que temos a obrigação de preservar e transmitir às gerações vindouras”.

Vinca-se também o impacto turístico e cultural que estes equipamentos causam na freguesia de Riba de Âncora e no território do concelho de Caminha e a importância de manter vivas as tradições transmitidas de geração em geração.

Também o presidente da Câmara Municipal de Caminha, Rui Lages, considerou no despacho favorável à proposta que “a oferta de espaços culturais e de memória do concelho de Caminha merecem a melhor atenção e cuidado por parte da autarquia”.

Segundo o autarca, “a capacidade que estes equipamentos têm em atrair pessoas para o nosso território” é fundamento para a atribuição deste apoio.

A Blisq Creative é uma agência de comunicação, especialista em planeamento estratégico, marketing digital, design e web. Orientamo-nos pela estratégia e pela criatividade

Programas de Autor

Episódios Recentes Ver Mais

Notícias

Desporto 24 Fevereiro, 2024

Vianense recebe Sanjoanense na luta pela manutenção na Liga 3

A Liga 3 prossegue este fim-de-semana com a realização da 3.ª jornada da Fase de Apuramento de Campeão, bem como da segunda da Fase de Manutenção e Descida.

Regional 24 Fevereiro, 2024

Vila Nova de Cerveira abre novo Centro de Apoio à Integração de Migrantes

A Câmara de Vila Nova de Cerveira abriu no centro de Transportes um novo Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM), que aumentaram nas “freguesias mais próximas da sede do concelho”.

Nacional 24 Fevereiro, 2024

Conselho Nacional da CGTP eleito com 98% dos votos

O Conselho Nacional da CGTP, composto por 147 dirigentes, foi eleito com 98% dos votos, no XV congresso da central sindical, que se realiza na Torre da Marinha, Seixal.

Desporto 24 Fevereiro, 2024

Liga Europa: Sporting reencontra Atalanta, Benfica defronta Rangers

O Sporting reencontra os italianos da Atalanta, que já defrontou na fase de grupos, nos oitavos de final da Liga Europa, e o Benfica defronta o Rangers, assim ditou o sorteio realizado em Nyon, na Suíça.

Música 23 Fevereiro, 2024

Escola do Rock de Paredes de Coura arranca celebração dos 10 anos em Castelo de Paiva

A Escola do Rock de Paredes de Coura promove, este fim de semana, nos dias 24 e 25 de fevereiro,  em Castelo de Paiva, no distrito de Aveiro, uma residência de intercâmbio entre alunos daquela residência intensiva e da academia de música local.

Regional 23 Fevereiro, 2024

Valença reuniu com a GNR local e de Viana para analisar a segurança do concelho

O Município de Valença convocou os destacamentos territoriais de Valença e Viana do Castelo da Guarda Nacional Republicana (GNR) para uma reunião de análise da situação atual da segurança do concelho.

Regional 23 Fevereiro, 2024

Pouca lampreia no Alto Minho vendida a cerca de 100 euros

A Associação Profissional de Pescas do Rio Minho e Mar afirmou hoje que “está a ser um ano complicado” para a pesca da lampreia, que é pouca, sendo vendida, face à elevada procura, entre os 70 a 100 euros.