Loader VianaTV

Publicidade

20 Maio, 2019

Viana do Castelo escreve uma página da história do surf europeu

Viana do Castelo escreve uma página da história do surf europeu

Galeria

Ver mais

Publicidade

GRUPO MUSICAL ARCO IRIS_EVENTO

Viana do Castelo está a escrever uma página da história do surf europeu ao acolher, até dia 26 de maio, o Campeonato Europeu de Surf Adaptado. Este domingo, o Ministro da Educação, com a tutela do Desporto, Tiago Brandão Rodrigues, marcou presença no desfile das seis seleções que marcam presença no campeonato.

O evento decorre na Praia do Cabedelo e é organizado pela Câmara Municipal de Viana do Castelo, pelo Surf Clube de Viana, Federação Europeia de Surf, a Federação Portuguesa de Surf, a Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência, o Instituto Português do Desporto e Juventude e o Comité Paralímpico de Portugal.

O Campeonato Europeu de Surf Adaptado está em processo de certificação como evento de surf sustentável, contando com as seleções de Portugal, Espanha, Itália, França, Reino Unido e Alemanha.

A jovem vianense Marta Paço representa a seleção nacional, que é composta ainda por Nuno Vitorino, Camilo Abdula e Nuno Maltêz. As competições decorrem de manhã, a partir das 8h30, de terça a sábado desta semana, com o domingo como extra, caso necessário.

Paralelamente, de 21 a 24 de maio, acontece o International Adaptive Surf Congress, no Centro de Alto Rendimento de Surf de Viana, entre as 16h00 e as 18h00. Trata-se de um evento aberto ao público em geral e que conta com uma forte participação de especialistas internacionais, desde representantes da International Surf Association (ISA), da International Blind Sports Association (IBSA), a representantes de outras entidades da Califórnia, do País Basco ou de Itália, nas áreas do surf, do surf adaptado e da sustentabilidade.

Surf Performance & Paralympics; “WillPower”; Living a Life of Purpose; Accessible, Tourism and Sustainability são as temáticas das quatro conferências que prometem colocar este evento no mapa mundial de debate do futuro do surf.

A vertente inclusiva do EuroSurf Adaptive também contempla, durante o período de competição, a realização de sessões livres de surf adaptado para utentes de associações ou delegações locais, como a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Viana do Castelo (APPACDM), a Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO) e a Íris Inclusiva – Associação de Cegos e Amblíopes, e para alunos de escolas locais.

Autor: Hugo Puga

Comentários

Últimas notícias

Últimos programas

Publicidade

Confiauto_EventoTaQi_Evento Noticia_banner