Loader VianaTV

Publicidade

1 Maio, 2019

Teatro Municipal Sá de Miranda assinalou a 29 de abril 134 anos de existência

Teatro Municipal Sá de Miranda assinalou a 29 de abril 134 anos de existência

Publicidade

GRUPO MUSICAL ARCO IRIS_EVENTO

O teatro foi inaugurado no dia 29 de abril de 1885, tendo a sua construção surgido com o esforço de um grupo de personalidades vianenses que constituiu, em 1879, a Companhia Fomentadora Vianense, com o objetivo de construir um edifício civilizador.

É um teatro à italiana, com a plateia em forma de ferradura e três ordens de camarotes, com capacidade de 400 ligares, projetado por José Geraldo da Silva Sardinha.

O Pano de Boca foi desenhado por Luigi Manini e pintado por Hercole Lambertini, cenógrafos do Teatro S. Carlos e o teto, uma imagem do céu em trompe l´oeil, com retratos de dramaturgos, foi pintado por João Baptista do Rio.

Este Teatro, verdadeiro ex-líbris da cultura vianense e alto-minhota, tem acolhido os mais importantes espetáculos de música, teatro, ópera, dança e cinema da região.

A Câmara Municipal adquiriu o edifício em 1985, numa altura em que a sua degradação se acentuava. Desde então, tem promovido obras de beneficiação, primeiro em 1993, dando segurança e comodidade ao público e, numa segunda fase, dotando a caixa de palco dos mais modernos equipamentos cénicos, que permitem pôr em cena os mais exigentes espetáculos. O Teatro Municipal Sá de Miranda entra assim no ano 2000 renovando e alargando o seu papel fundamental na vida cultural vianense.

Em finais do passado mês de março, terminou nova empreitada de requalificação do Teatro Municipal Sá de Miranda, num investimento de 150 mil euros da Câmara Municipal de Viana do Castelo. A obra incluiu, no exterior, o tratamento e pintura de todas as fachadas, incluindo caixa de palco; o tratamento e pintura de toda a caixilharia pelo exterior e interior; a substituição de caleiro interior orientado a norte, na cobertura; bem como obras de conservação no interior do segundo piso.

No interior do equipamento cultural, as obras incluíram o tratamento, reparação e pintura de tetos e paredes nos corredores adjacentes às frisas no 2ºpiso e ainda o tratamento e envernizamento do pavimento de soalho nos corredores adjacentes às frisas no 2º piso.

Autor: Hugo Puga

Comentários

Últimas notícias

Últimos programas

Publicidade

Confiauto_EventoTaQi_Evento Noticia_banner