Loader VianaTV

Publicidade

8 Agosto, 2019

Câmara Municipal homenageou 65 anos de história do Rancho Folclórico Maria da Fonte da Casa do Minho do Rio de Janeiro

Câmara Municipal homenageou 65 anos de história do Rancho Folclórico Maria da Fonte da Casa do Minho do Rio de Janeiro

Publicidade

GRUPO MUSICAL ARCO IRIS_EVENTO

A Câmara Municipal de Viana do Castelo homenageou, ontem, o Rancho
Folclórico Maria da Fonte da Casa do Minho do Rio de Janeiro, grupo que está a
assinalar os 65 anos de existência. O programa de homenagem incluiu a apresentação
do livro “A Jornada do Grupo Português que Valoriza a Cultura Minhota no Brasil desde
1954”, de Igor Lopes, e contou com a presença do Rancho Folclórico Maria da Fonte, o
mais antigo dos quatro grupos da Casa do Minho.
O Presidente da Casa do Minho do Rio de Janeiro, Agostinho Ferreira, que é,
desde 2017, Cidadão de Honra de Viana do Castelo, indicou que este é o primeiro livro
escrito sobre o Rancho Folclórico Maria da Fonte. Esta obra compila histórias, viagens e
experiências do grupo que integra a Casa do Minho, instituição com 95 anos de
existência.
Igor Lopes, autor da publicação, indicou ser um “privilégio poder escrever a
história do Rancho, no contexto da Casa do Minho”, instituição que é considerada uma
verdadeira “embaixada minhota” no Brasil. O livro-reportagem exigiu meses de
investigação em Portugal e no Brasil.
Já o Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa,
destacou a relação “muito forte” entre a Casa do Minho e a capital do Alto Minho,
assegurando que a importância deste projeto cultural tem a ver com a vivência da
diáspora. “Apesar da distância, a nossa diáspora partilha a nossa cultura e a nossa
identidade. A nossa diáspora estima e preserva as tradições portugueses geração após
geração, fazendo questão de representar os nossos usos e costumes da forma mais
digna”, garantiu o autarca. Por isso, assumiu o edil, “este livro é o livro da vossa e da
nossa história”.
A cerimónia contou ainda com a presença de Odir Pinto Ferreira, sócio-
fundador, que iniciou no grupo folclórico aos 12 anos de idade, contando assim com 65
anos de presença no rancho que celebra as tradições portuguesas e brasileiras.

Autor: Tiago Ferreira

Comentários

Últimas notícias

Últimos programas

Publicidade

Confiauto_EventoTaQi_Evento Noticia_banner